Quedas em idosos: saiba quais são as causas e como prevenir

Publicado por

Comemorado no dia 24 de junho, o Dia Mundial de Prevenção de Quedas abre uma série de eventos destinados a alertar idosos sobre o risco de quedas e formas de se prevenir contra esse grave problema decorrente do envelhecimento.

A queda em pessoas idosas é considerada pela OMS como um grave problema de saúde, já que a frequência dos tombos em pessoas acima de 65 anos atinge cerca de 30%. De cada 3 idosos que caem, 1 é internado, sendo as lesões mais comuns as fraturas de bacia e fêmur.

Como consequências das quedas na terceira idade podemos ressaltar os altos custos assistenciais com internação e reabilitação, além da perda da qualidade de vida para os idosos. Uma simples queda pode restringir a mobilidade da pessoa idosa, fazendo com que a mesma se sinta incapaz e inseguro. Esses sentimentos negativos podem comprometer a interação social da pessoa mais velha e desencadear doenças comuns na terceira idade, como depressão, hipertensão, diabetes e várias outras.

Além do aparecimento de enfermidades, a reabilitação de lesões causadas por quedas em idosos pode ser bem demorada. Além de altos custos assistenciais, a imobilidade prolongada pode ser o estopim para complicações de saúde mais graves, como o tromboembolismo venoso e infecções.

Quais são as causas de quedas na pessoa idosa?

O envelhecimento natural é o principal fator de quedas na terceira idade. A redução da capacidade funcional das pessoas com o passar dos anos as torna mais vulneráveis a doenças e quedas.

A perda de massa muscular, enfraquecimento dos ossos, a diminuição da visão, da audição, problemas cardíacos, hipertensão arterial, artrite/artrose, doenças degenerativas cerebrais como AVC, Parkinson e Alzheimer e até mesmo o uso de alguns medicamentos podem aumentar as chances do idoso cair.

Além dos fatores intrínsecos (aqueles pertencentes ao próprio idoso), os fatores extrínsecos (referentes ao ambiente onde a pessoa mais velha vive) também podem ser grandes facilitadores de quedas.

Ambientes mal iluminados, pisos escorregadios, tapetes e móveis que acabam se tornando obstáculos, escadas com degraus irregulares, falta de corrimãos em corredores e escadas, ausência de barras de apoio no banheiro, cadeiras e camas muito altas ou muito baixas são fatores que contribuem para a queda doméstica de idosos.

Além dos fatores anteriores há de se considerar também espaços públicos malconservados em diversos municípios brasileiros, como buracos em vias públicas e falta de investimento em calçadas com acessibilidade, que garantem o direito de ir e vir dos idosos com segurança.

Como prevenir quedas em idosos?

Apesar das quedas em pessoas mais velhas estarem relacionadas ao avanço progressivo da idade, saiba que é possível evitar esses eventos catastróficos com algumas medidas simples. Portanto, se você tem mais de 60 anos, fique de olho nas dicas que preparamos para você diminuir o risco de quedas dentro ou fora de sua casa:

  • Pratique exercícios físicos: Você sabia que o sedentarismo está entre as principais causas de quedas em idosos? A prática de atividades que fortalecem o tônus muscular, que estimulam a agilidade, coordenação, força e equilíbrio são bem recomendadas na terceira idade. Entre as várias atividades disponíveis para os idosos podemos listar a natação, hidroginástica, pilates e a fisioterapia.
  • Vá ao médico regularmente: Visite com regularidade o seu geriatra de confiança e mantenha seus exames clínicos em dia. Informe o médico sobre os medicamentos que você está tomando e discuta com ele os efeitos colaterais que tem percebido em seu organismo. Fazer exames oftalmológicos para detectar a diminuição da capacidade visual ou realizar ajustes no grau dos óculos também é uma ótima forma de prevenir quedas.
  • Tenha uma alimentação equilibrada: O acompanhamento com um nutricionista pode ser um grande aliado para evitar quedas na terceira idade. Esse profissional poderá recomendar alimentos e suplementos ricos em cálcio e vitamina D, componentes responsáveis pelo fortalecimento ósseo e muscular.
  • Elimine os obstáculos da casa: Pequenas modificações na disposição dos móveis e objetos decorativos da sua casa fazem toda a diferença quando o assunto é prevenção de acidentes com idosos. Elimine tapetes que possam provocar escorregões/tropeções, mesas de centro, fios soltos e espalhados pela casa. Em áreas úmidas como banheiro e cozinha, invista em pisos antiderrapantes, instale barras de segurança nos banheiros e corrimão nas escadas. Ilumine bem os ambientes.
  • Use sapatos adequados: Evite sapatos com saltos altos e dê preferência a calçados fechados e que possuam solado antiderrapante. Sapatos e chinelos deformados pelo tempo de uso devem ser substituídos por novos.

Atividades gratuitas durante a Semana de Prevenção de Quedas em Idosos:

Durante a Semana Mundial de Prevenção de Quedas o SESC São Paulo oferecerá várias atividades gratuitas voltadas à conscientização do risco que os idosos têm de cair e como eles podem usar o próprio corpo para evitar acidentes.

Durante o evento os idosos poderão participar de palestras, encontros, debates, oficinas de dança, meditação e várias outras atividades que os convidem a explorar os limites do próprio corpo para adaptá-lo a essa nova fase da vida.

Que tal aproveitar a Semana Mundial de Prevenção de Quedas e se inscrever em uma das atividades gratuitas promovidas pelo SESC São Paulo? Confira as principais atividades:

  • SESC Consolação:

Circuito de Equilíbrio: Atividades que envolvem equilíbrio, força e coordenação motora. Realizadas com instrutores de atividades físicas do Sesc Consolação.

Dias e horários:

27/06 – Quarta-feira, das 14h30 ás 15h

28/06 – Quinta-feira, das 14h30 ás 15h

Endereço: Rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque – São Paulo

Telefone: (11) 3234-3000

  • SESC 24 de Maio:

Bate papo: Mente sã num corpo são: o que muda com a terceira idade? Bate-papo com o fisioterapeuta Jaques André de Assis, onde serão discutidas as mudanças que acontecem na terceira idade e que fazem parte do processo natural do envelhecimento e como lidar com esses processos. No encontro serão abordados os principais temas: o que acontecerá com o meu corpo e quais os efeitos sobre minha mente? Qual o efeito do estresse na terceira idade? Qual a diferença entre estresse e ansiedade? Após o bate-papo, será proposta uma prática de marcha saudável relacionada com a mente em equilíbrio.

Data: 28/06 – Quinta-feira, das 13h30 às 15h30

Endereço: Rua 24 de maio, 109 – Centro – São Paulo – Sala 3 de Ginástica (10º andar)

Telefone: (11) 3350-6256

Mais atividades promovidas pela instituição durante a Semana Mundial de Prevenção de Quedas em Idosos podem ser conferidas no site do SESC São Paulo. Garanta já a sua vaga!

16 comentários

Deixe uma resposta