8 dicas para ter um relacionamento duradouro e feliz

Publicado por

Todo mundo sonha em viver um grande amor que dure para sempre. Mas, qual é o segredo para manter um relacionamento duradouro e feliz?

Quem nunca se deparou com um casal de velhinhos de mãos dadas? E quem, ao olhar o casal, nunca suspirou e pensou nos votos do casamento “até que morte os separe”? E ainda, quem, ao olhar o casal de idosos, nunca se perguntou como isso é possível nos dias de hoje?

Se você pretende se casar ou já disse o famoso “sim” diante do altar, saiba que tornar real o “felizes para sempre” do dia da cerimônia é possível sim, mas é uma tarefa que exige constante renúncia e mudanças de hábitos.

Quando duas pessoas começam um relacionamento, elas se sentem atraídas por uma série de atributos físicos, mentais e de personalidade que fazem com que elas se sintam bem ao lado do outro. É a fase da atração ou da paixão, quando o casal descobre os interesses que têm em comum e passa então a tecer uma profunda admiração um pelo outro.

No entanto, os anos se passam e parecem levar embora todas as qualidades que antes enxergavam no parceiro. “O que aconteceu?” “Fui enganado(a)?” “Como voltar às origens do primeiro amor?” “Será que existe mesmo um amor que dure para sempre?” Essas e muitas outras perguntas começam a então fazer parte do dia a dia do casal, na tentativa de encontrar uma resposta que justifique o abismo que se formou entre os dois.

Para você, que está passando por uma crise no casamento e para você, que não deseja passar por uma, preparamos uma lista com 8 dicas para ter um relacionamento duradouro e feliz:

1) Continuem fazendo as mesmas coisas juntos:

Um relacionamento duradouro e feliz é conquistado com base nos pequenos detalhes e na construção de boas lembranças. Engana-se quem acredita que é através de bens materiais, pois um dia, eles poderão perder-se com num passe de mágica.

É muito comum no início do casamento que os dois realizem tudo (ou a maioria) das coisas juntos. Eles cozinham juntos, jantam juntos, assistem ao telejornal juntos. Com o passar dos anos, a instalação da tão temida rotina, a chegada dos filhos e a correria do dia a dia acaba levando embora esses pequenos, mas tão memoráveis momentos juntos.

Começa a partir de então o esfriamento do relacionamento, motivado pelo afastamento um do outro e somente a mudança de hábitos poderá leva-los de volta ao primeiro amor. Façam uma lista de 5 coisas que faziam juntos no início do casamento e que, por alguma razão deixaram de fazer. Retomem essas atividades juntos. Concentrem-se nos pequenos detalhes. Apaixonem-se novamente.

2) Demonstrem gratidão pelas coisas simples:

São os pequenos detalhes que fazem toda a diferença em um relacionamento. Sabe aquela louça que ele foi lá e lavou e você nem agradeceu por acreditar que se tratava de uma obrigação? Sabe aquela camisa cuidadosamente passada por ela que você usou para o trabalho hoje e nem se deu conta de agradecer? Pois é.

Assim caminham os relacionamentos atuais, baseados no que as pessoas acreditam ser mais do que uma obrigação do parceiro. Elas deixam de ser gratas e assim vão desestimulando o marido ou a esposa cuidarem do seu bem-estar. Sejam gratos, sempre. Incluam a palavrinha mágica “obrigado” em seus relacionamentos. Agradecer é uma das maneiras de viver um amor por uma vida inteira.

3) Aceitem e convivam com as diferenças:

Todos nós criamos expectativas em torno das pessoas. Isso porque gostaríamos que elas fossem como nós, que agissem como nós e nos esquecemos que cada pessoa tem uma história de vida diferente.

Num relacionamento, aceitar as diferenças da outra pessoa pode ser a chave do amor eterno. Compreender o contexto social em que ela viveu boa parte da vida, seus valores individuais e suas convicções fará com que você não crie uma falsa expectativa da pessoa amada e encare suas atitudes de uma forma mais natural, sem tantos julgamentos.

Manter um relacionamento duradouro é difícil. Conviver com alguém tão diferente de você é um grande desafio. Quando conseguir aceitar que o seu parceiro (a) é uma pessoa diferente de você, vai criar menos expectativas em torno dele ou dela e passar a cuidar mais de si, suprindo suas próprias carências afetivas.

4) Confiem um no outro:

Se perguntarmos aos casais casados há mais de 50 anos qual é o segredo de um relacionamento duradouro e feliz, com certeza a maioria responderá confiança. E não somente a confiança que você tem no seu parceiro e ele em você, mas a confiança que ambos têm na relação a dois que possuem.

Quando duas pessoas confiam uma na outra, elas fecham o caminho para uma série de discórdias dentro do casamento, como ciúmes, mentiras, segredos e brigas. A confiança minimiza as chances do relacionamento fracassar, pois é estabelecido no lar uma sensação de paz e de refúgio, que faz com que o outro sinta vontade de voltar para casa depois de um dia estressante de trabalho ou do almoço com a chefe bonitona.

As redes sociais têm destruído o relacionamento de muitos. Por quê? Falta de confiança. As pessoas acreditam que bisbilhotar o computador e o celular do parceiro (a) é a melhor garantia de não estar sendo traído. Ledo engano. A confiança te libertará dessas situações e te proporcionará um relacionamento duradouro e feliz em meio aos avanços tecnológicos.

5) Discutam seus problemas com clareza:

Você certamente já se perguntou: “será que ele (ou ela) está chateado comigo por causa daquilo?”

Num casamento, principalmente nos de mais tempo, essa e outras perguntas são mais comuns do que você imagina. Mas já parou para pensar como na maioria das vezes elas são desnecessárias?

Se os casais discutissem seus problemas com mais franqueza, não haveria espaço para o imaginário do parceiro. Para conquistar um relacionamento duradouro e feliz, os casais precisam substituir as regras tácitas (aquelas presumidas) por regras claras e francas, que podem ser entendidas e cumpridas pelos dois. Um belo exemplo que estamos falando pode ser resumido na seguinte expressão: “Você deveria saber, eu não precisava nem dizer.”

Se tivesse dito claramente que não gostava de uma determinada coisa, o outro não teria feito simplesmente porque saberia que não “deveria” ter feito. É uma regra simples, mas que para algumas pessoas parece bem problemática. Cada um tem uma interpretação diferente sobre o mesmo assunto, ou seja, o que parece claro para você, nem sempre é para o outro.

O diálogo é sempre o melhor caminho para solucionar essa e outras questões tão importantes no relacionamento. Falar claramente sobre os seus sentimentos pode evitar uma série de problemas. Não briguem à toa.

6) Perdoem e se reconciliem diariamente:

Não se ponha o sol sobre a vossa ira” (Efésios 4:26). Essa é uma dica bíblica! Quantos relacionamentos estão sendo destruídos porque os casais, ao se verem em alguma adversidade, simplesmente param de falar um com o outro?

Na tentativa de fazer com que a sua opinião ou vontade prevaleça, um dos cônjuges decide punir o outro deixando de falar com ele. Uma atitude um tanto infantil para quem assumiu o compromisso de viver o “até que a morte os separe”, não é mesmo?

O dia a dia de um casal é cheio de desafios, estresses e várias outras dificuldades, mas ficar sem falar com o esposo ou esposa não irá solucionar os problemas. Ao discutirem, esperem os ânimos esfriarem e façam as pazes. Peçam perdão, reconciliem-se e nunca durmam brigados. Essa é uma das estratégias para conquistar um casamento duradouro. Pergunta lá para a vovó ou para o vovô!

7) Respeitem-se 100%:

Essa é uma regra um tanto clichê, mas que deve ser mencionada e obedecida em sua máxima. O respeito que um parceiro tem pelo outro dentro e fora de casa é uma das coisas que torna o casamento possível e duradouro.

De nada adianta dizer “eu te amo” e falar mal do cônjuge para familiares e colegas de trabalho. De nada adianta fazer planos para toda a vida se você não é capaz de respeitar o seu parceiro como gostaria de ser respeitado.

Portanto, nada de brigar em público, expor intimidades do casal na frente de outras pessoas – principalmente dos filhos, nada de xingamento, de ofensas, de piadinhas desrespeitosas. Ofereça ao seu cônjuge as mesmas coisas boas que deseja para si. Tenha empatia. Coloque-se no lugar do outro. Construa um relacionamento baseado em boas lembranças. Sejam “felizes para sempre”.

8) Declarem seu amor todos os dias:

Mesmo que você não seja tão romântico(a), diga ao outro o quanto ele é amado todos os dias. Essa pequena atitude irá fortalecer o relacionamento de vocês dia após dia. Mas cuidado com as pegadinhas das redes sociais. Dizer “eu te amo” no Facebook está longe de ser a melhor estratégia....

Os casais idosos não tinham acesso à internet e redes sociais e conseguiram manter acessa a chama da paixão por longos anos. Qual foi a estratégia usada? Olhos nos olhos, mãos dadas e declarações de amor feitas um para o outro, pessoalmente. O amor à moda antiga funciona, mesmo nos dias atuais e faz toda a diferença na construção de um relacionamento duradouro e feliz.

A expressão “eu te amo” dita em sua forma mais pura ainda é capaz de arrebatar os corações e deve ser usada diariamente. Nunca deixe para dizer o quanto você ama o seu esposo ou esposa amanhã, pois poderá ser tarde demais.

 

Conquistar um relacionamento duradouro e feliz não será tão difícil se estivermos dispostos a renunciar em favor do outro. Se você já passou dos 60 e ainda não encontrou um grande amor, saiba que o amor não tem idade e que ainda é possível viver a tão sonhada expressão “Felizes para Sempre”.

 

 

 

Deixe uma resposta