9 truques para não esquecer das coisas

Publicado por

O envelhecimento é uma das maiores causas do esquecimento.

Quem nunca se esqueceu onde colocou as chaves do carro, de ligar para alguém ou de executar uma determinada tarefa?

Vários são os fatores que contribuem para o esquecimento, entre eles o estresse, depressão e a ansiedade.

O envelhecimento também é um dos fatores de risco para o esquecimento, pois, com o passar dos anos é comum que as pessoas tenham um leve declínio da sua capacidade cognitiva, o que causa dificuldade de concentração, de atenção de armazenamento de informações na memória.

Mas, como driblar essa situação tão incômoda, que é o esquecimento? A seguir preparamos uma lista com 9 truques para você não esquecer das coisas:

1) Pare de procrastinar:

Nunca deixe para depois aquilo o que você pode fazer agora.

O ato de ficar adiando determinados afazeres chama-se procrastinação e é uma das atitudes que mais contribuem para fazer as pessoas se esquecerem das coisas.

Sempre que tiver um tempo disponível, execute uma atividade que por algum motivo você considerou ser menos importante e resolveu deixa-la para amanhã.

Além de desocupar um lugar na sua lista de tarefas, você não correrá o risco de se esquecer de realizar atividade no dia seguinte.

2) Use a tecnologia ao seu favor:

A tecnologia presente no seu celular ou smartphone pode ser sua grande aliada contra o esquecimento.

Os idosos estão cada vez mais conectados e caso você se enquadre no grupo 60+, poderá utilizar-se do despertador do seu dispositivo móvel para lembrá-lo de compromissos importantes.

3) Faça uso de uma agenda:

Se você está na terceira idade, mas não é tão tecnológico (a) assim, também é possível usar a boa e velha agenda de papel para não se esquecer das coisas.

Compre uma agenda de menor tamanho para que possa ser levada contigo onde quer que você vá e sempre que marcar um compromisso, seja ele qual for, anote na agenda no dia e horário correspondente.

De um dia para outro faça uma verificação da sua lista de afazeres na agenda física e risque as atividades executadas.

4) Utilize post-its!

Escrever pequenos bilhetes e pendurá-los em locais estratégicos pode ser uma ótima alternativa para os esquecidinhos de plantão.

Já ouviu falar de post-it? Trata-se de um pequeno bloco de notas composto por pequenas folhas adesivas de papel. Disponíveis em vários tamanhos e cores, os post-its podem ser grudados nos locais que você mais frequenta, como cozinha, escritório (tela do computador) e vários outros ambientes.

Espalhados em locais estratégicos, os pequenos bilhetinhos servirão para lembra-lo de ações importantes que ainda precisam ser executas. Depois de realizar a atividade, basta retirar o papelzinho e jogá-lo fora, com uma vantagem: ele não deixa resíduos!

5) Seja organizado, coloque as coisas no mesmo lugar:

Pode até parecer papo de gente paranoica, mas colocar as coisas sempre no mesmo lugar evita que as pessoas se esqueçam das coisas.

Isso porque ao pegar um item e depois devolvê-lo para o mesmo lugar o indivíduo cria uma rotina, que é armazenada em sua memória e automaticamente executada quando ele precisa executar uma determinada ação.

Faça um teste. Coloque as chaves do carro sempre no mesmo lugar. SEMPRE MESMO. Isso inclui mesmo móvel e prateleira. Em algumas semanas, quando você pensar em sair com o carro, automaticamente será lembrado das chaves e onde encontra-las.

6) Crie uma rotina para as tarefas do dia a dia:

Procure executar as atividades rotineiras sempre no mesmo dia e horário. Essa é uma dica simples e que ajuda dos mais jovens até a galerinha da terceira idade.

Estabeleça dias certos na semana para realizar as principais tarefas, como segunda-feira para passar roupas, quarta-feira para ir ao mercado, sexta-feira para limpar a casa, etc.

No trabalho você pode estabelecer, por exemplo, que segunda-feira será o dia de entrar em contato com fornecedores, terça-feira com os clientes e assim por diante. Assim sua rotina vira um hábito e você corre menos risco de se esquecer das coisas.

7) Peça a ajuda de um parente, de um amigo ou colega de trabalho:

Se mesmo com as dicas acima você continua se esquecendo das coisas, conte com a ajuda de alguém próximo a você para lembra-lo, isso não é vergonha nenhuma, e sim, responsabilidade com o compromisso assumido.

Você pode pedir auxílio do seu filho, da sua mãe, do seu colega de trabalho, de um amigo próximo, enfim, toda a ajuda é bem-vinda quando o assunto é ser lembrado de assuntos importantes e inadiáveis.

8) Não assuma compromissos além daqueles que você consiga cumprir.

Essa dica se resume em aprender a dizer uma única palavrinha para não se esquecer das coisas: “não”.

Nunca assuma responsabilidades que você não conseguirá cumprir. Se você já está com a agenda cheia de compromissos, assumir mais um só aumentará suas chances de se esquecer dele ou de algum mais importante.

9) Consulte regularmente seu médico:

Existe um limite entre o esquecimento e algum problema de ordem neurológica. Esquecer-se das coisas em um momento ou outro da vida é considerado normal, mas, viver se esquecendo não.

Um médico poderá auxiliá-lo através do uso de medicamentos naturais que combatem a perda de memória ou solicitar exames complementares para avaliar as causas do problema.

Várias doenças da terceira idade estão associadas à perda de memória, como Alzheimer e Parkinson. O diagnóstico precoce dessas doenças contribui para oferecer ao paciente melhor qualidade de vida.

 

E você, que tal colocar em prática as dicas acima e depois contar para a gente como elas ajudaram você a não esquecer das coisas?

Deixe uma resposta