Como se manter moderno na terceira idade nesse mundo que não para de se modernizar

Publicado por

Os avanços tecnológicos permitiram que mais pessoas chegassem à melhor idade. Mas, como se manter moderno depois dos 60 anos?

Os avanços tecnológicos na área da saúde têm contribuído para a longevidade humana.

Esse aumento da expectativa de vida tem inserido os idosos em atividades antes desempenhadas apenas pelos mais novos.

Hoje em dia a galerinha da terceira idade invade as salas de aula em busca de conhecimento, praticam esportes radicais, namoram e se casam.

Sim! Os idosos do século XXI não podem ser mais vistos somente como aqueles velhinhos que ficam sentados no sofá tricotando ou nas praças públicas jogando dominó.

Não mais.

Se você já passou dos 60, deve estar se perguntando: mas como fugir de uma velhice monótona e sem graça?

A seguir preparamos algumas dicas de como se manter moderno na terceira idade em um mundo que não para de se modernizar.

1) Aceite o envelhecimento:

O primeiro passo para se manter moderno na terceira idade é aceitar o próprio envelhecimento.

Aceitar as transformações do seu corpo e o declínio natural das suas funções cognitivas contribuirá positivamente para você consiga conviver bem em sociedade.

Quanto mais cedo você tiver consciência dessa nova fase em sua vida, maior será a probabilidade de ser feliz após os 60 anos.

2) Aprenda com os mais jovens:

Quebrar as barreiras tecnológicas que afastam gerações tão diferentes é o segundo passo para manter-se um idoso moderno em um mundo cada vez mais globalizado.

Portanto, permita-se aprender com os mais jovens porque eles têm muito a oferecer!

Aprenda a dominar as tecnologias presentes nos Smartphones e Tablets com eles. Esse aprendizado poderá ser útil para interagir com um familiar que mora distante.

Os mais jovens também lidam muito bem com os serviços bancários oferecidos pela internet e pelos caixas eletrônicos.

Caso você não se sinta tão à vontade em pedir ajuda para um jovem do seu quadro de relacionamentos, poderá contratar um neto de aluguel.

3) Pratique atividades físicas regularmente:

Essa dica é um tanto clichê quando falamos em qualidade de vida porque parece ser uma das principais responsáveis pelo envelhecimento saudável.

E é a pura verdade! A prática de atividades físicas oxigena o cérebro, melhorando, consequentemente, a memória e a concentração.

Além disso, exercícios físicos estimulam o nascimento de neurônios, evitando o declínio da capacidade cognitiva do indivíduo.

Resumindo:

Cuidar do seu corpo é também cuidar da sua mente e uma ótima alternativa para um envelhecer mais moderno e saudável.

4) Cuide da sua alimentação:

Para se manter moderno na terceira idade é preciso ter uma alimentação equilibrada.

Uma dieta rica em vitaminas, sais minerais e fibras pode fazer com que o indivíduo alcance uma velhice mais ativa, porque melhora sua função cognitiva.

Você já ouviu falar da Dieta MIND? Trata-se da combinação de dois cardápios muito famosos, o mediterrâneo e o DASH.

Enquanto a Dieta MIND é baseada no consumo de peixes e frutos do mar, a DASH tem como foco principal o combate à hipertensão arterial através do consumo de frutas, legumes e verduras.

Da combinação dessas duas dietas surgiu um cardápio que minimiza os riscos do idoso desenvolver doenças cardiovasculares, pois reduz a pressão arterial.

Além disso, a Dieta MIND pode beneficiar idosos portadores de Alzheimer porque o cardápio é baseado no consumo de alimentos bons para o cérebro.

Quer saber mais sobre a Dieta MIND? Clique aqui.

5) Mantenha-se ativo no mercado de trabalho:

A população idosa brasileira é muito produtiva e pode agregar bastante valor ao mundo dos negócios.

Inclusive essa é uma das formas de se manter moderno mesmo estando na terceira idade, pois, ao continuar no mercado de trabalho, o mais velho interage com outras pessoas.

Além do fator interação social, continuar trabalhando é uma boa maneira de se manter atualizado sobre assuntos importantes para o país, como economia e política, por exemplo.

6) Participe de atividades socioculturais:

As atividades socioculturais visam a inserir o idoso na sociedade de forma mais participativa.

Participar de passeios turísticos voltados à terceira idade, de modalidades esportivas e de projetos educativos contribui para que o mais velho faça novas amizades e conheça novos lugares.

Os bailes para a terceira idade também são de grande valia para o público 60+, porque nesses encontros eles têm a oportunidade de trocar experiências com outras pessoas da mesma faixa etária, além de colocarem o corpo em movimento.

É preciso compreender que envelhecer não precisa ser sinônimo de exclusão, mas sim, de renovação.

7) Entregue-se à leitura:

Nada melhor do que a leitura para se manter moderno e atualizado na melhor idade.

Ler é uma forma de viajar sem sair do lugar, de aprender outros idiomas sem frequentar nenhum curso e de manter o cérebro ativo.

Há opções de livros para todos os gostos e bolsos. Na maioria das cidades brasileiras há bibliotecas municipais que disponibilizam milhares de títulos gratuitamente aos idosos interessados em aprender coisas novas.

Conclusão:

Os avanços tecnológicos permitiram que mais pessoas chegassem à melhor idade, mas tornar-se um idoso moderno em uma sociedade cada vez mais globalizada ainda tem sido um grande desafio.

O Brasil está cada vez mais grisalho, porém, ainda há a necessidade de que a sociedade abandone o estereótipo criado sobre os idosos.

Hoje em dia eles estão cada vez mais conectados, dispostos a aprender coisas novas e participam mais ativamente desse mundo moderno.

É preciso que as pessoas tenham um novo olhar para a velhice no Brasil.

 

E você, já passou dos 60? Conta para a gente como você tem feito para se manter moderno na terceira idade!

Deixe uma resposta