Casa-adaptada-para-idosos

Casa adaptada para idosos: 7 dicas essenciais

Publicado por

A casa adaptada para idosos é um projeto que tem por objetivo aumentar a autonomia dos velhinhos, diminuindo as dificuldades de locomoção por meio de ambientes mais acessíveis e confortáveis.

Para os adultos que passam dos 60 anos, o lar pode se tornar algo muito sagrado, devido ao grande tempo que se passa em casa.

Contudo, o medo de alguns familiares e amigos em deixar os anciões em casa sozinhos está atrelado às dificuldades e possíveis acidentes que podem acontecer nesses ambientes.

Pisos, iluminações e móveis quando não construídos e selecionados de uma forma segura, podem gerar problemas para aqueles que já não apresentam tanto equilíbrio e boa mobilidade.

Assim, pensando nos queridos avós e avôs, especialistas em construções arquitetônicas acessíveis desenvolveram as famosas casas adaptadas para idosos. Essa iniciativa tem como objetivo principal criar ambientes seguros e confortáveis para os mais velhos.

Ficou curioso e quer descobrir mais sobre esse projeto incrível? Veja 7 dicas que separamos para você entender e construir uma casa adaptada para idosos.

Casa adaptada para idosos, 7 dicas essenciais

1) Cômodos mais seguros: pisos antiderrapantes

O piso de uma casa pode se tornar o principal inimigo do idoso caso não seja bem planejado. É preciso lembrar que, por estar em uma idade mais avançada, o velhinho pode não ter firmeza para se levantar ou manter-se bem equilibrado ao andar.

Assim, quando a superfície do chão é muito lisa, o idoso pode sofrer quedas, que, nessa idade, são bastante perigosas para sua saúde.

Revestir todos os cômodos da casa adaptada como pisos antiderrapantes é a melhor forma de assegurar o ir e vir dos avós pela própria residência.

Além dos pisos proporcionarem mais segurança, as cores e os designers podem deixar a casa bem bonita e elegante.

2) Ambientes integrados: evite desníveis

A principal função da casa adaptada para adultos com mais 60 anos é a de sempre atender as necessidades e as particularidades dessas pessoas, mesmo com as mudanças que ocorrem com o passar dos anos.

Planejar a casa integrando os cômodos pode facilitar o deslocamento dos idosos durante o dia a dia. E, ainda, contribuir para a otimização do espaço.

Assim, cadeiras de rodas e andadores, se necessários, podem passar livremente, sem o impedimento de degraus ou de desníveis entre os cômodos.

A integração de ambientes, como a sala e a cozinha, gera uma maior liberdade e segurança na circulação diária dos idosos.

3) Tecnologia a favor dos idosos: estrutura de iluminação

Uma das restrições existentes no público da terceira idade é a visão limitada. A dificuldade para enxergar não pode se tornar um problema para os vovôs dentro de suas próprias residências.

Pensando nisso, os projetos de casa adaptada buscam utilizar tecnologias que auxiliem na construção de iluminações eficientes para a terceira idade.

Luzes que são ativadas por sensores de movimento, por exemplo, facilitam bastante a vida dos idosos, já que eles não precisam caminhar no escuro para achar o disjuntor.

Além disso, esse tipo de sensor ajuda na economia de luz, pois a iluminação só é acionada quando há a presença de alguma pessoa no cômodo.

4) Acessibilidade: o uso de rampas e corrimão

Ter uma casa com escadas não é uma boa pedida quando a questão é acessibilidade para os idosos.

Mas quando a família é grande, dois andares ou mais podem ser necessários para a organização dos espaços dos cômodos da casa.

As rampas e os corrimãos se constituem como excelente alternativa para garantir a acessibilidade não só de idosos, mas de qualquer pessoa com mobilidade reduzida.

Os corrimãos, ainda, podem ser instalados por toda a residência, pois ajudam os mais velhos a se equilibrarem ao se deslocarem pelos cômodos da casa.

Ao instalarem as barras, lembre-se que elas precisam ser feitas de materiais resistentes e antiderrapantes, para garantir a firmeza no segurar da terceira idade.

5) Os móveis e os idosos

A mobília de uma casa adaptada precisa ser reduzida em comparação as demais. Isso porque muitos móveis espalhados pela residência podem dificultar a locomoção do idoso e gerar inúmeros acidentes.

É importante lembrar que, por causa da pouca força nos membros inferiores, os seniores geralmente se apoiam nos móveis para poderem levantar ou até mesmo descansar rapidamente. A mobília, então, deve ser fixa (sem rodinhas), buscando evitar possíveis acidentes.

O uso de móveis sem quina (cantos arredondados) também é uma solução de segurança que é desenvolvida pelo projeto de casa adaptada para idosos.

6) Banheiros adaptados

Por ser considerada uma área molhada, os banheiros precisam ser um dos cômodos mais seguros da casa.

Para adaptar esse ambiente, é necessário colocar barras de apoios nas paredes (perto do sanitário, pia e chuveiro). Além disso, também é necessário aumentar o espaço do box, para que o idoso não tenha dificuldades para entrar e nem para sair do banho.

Outro ponto importante é disponibilizar um local para o mais velho sentar-se no box, como as cadeiras de banho. Para a terceira idade, o momento banho precisa ser realizado com a máxima segura para evitar possíveis escorregões.

7) Decoração

Uma casa segura não tem que ser sinônimo de tristeza. Todas as dicas de adequação de uso podem ser feitas junto a boas escolhas de decoração.

Mas todos os objetos presentes na casa devem ser escolhidos pensando na facilitação da mobilidade e no bem-estar dos adultos com mais de 60 anos.

Por isso, evite usar tapetes, vasos e esculturas. Esses apetrechos podem complicar bastante o andar do idoso pela residência e ainda gerar acidentes.

Além disso, as maçanetas das portas precisam ser práticas. Os arquitetos de casas adaptadas para idosos indicam a troca das maçanetas redondas pelas de alavanca.

Não se esqueça de usar cores harmônicas em todos os cômodos da residência. A estética aliada a boas escolhas de mobília garante todo o conforto e segurança que os velhinhos precisam em seu cotidiano.

Outras dicas

Para aumentar ainda mais o conforto residencial da melhor idade, construa uma área de lazer agradável e bem planejada.

Jardins são uma boa opção, pois permitem que os idosos tenham uma área externa para andar e tomar sol.

Plantas e árvores também deixam o ambiente bem confortável e proporcionam uma bela vista de dentro e de fora da casa.

E aí!? O que achou das dicas para casas adaptadas para idosos? Compartilhe com seus amigos e familiares sobre essa maravilha arquitetônica feita especialmente para a terceira idade!

Um comentário

Deixe uma resposta