cromoterapia para a terceira idade

Serviços para a terceira idade: cromoterapia

Publicado por

A cromoterapia é um tratamento medicinal alternativo que pode ajudar a solucionar dores, a curar diversas doenças e a equilibrar a vida de pacientes jovens, adultos e idosos, por meio do uso de diversas cores.

A cromoterapia é um método diferenciado que, por intermédio de 7 cores, realiza terapeuticamente a harmonia e o equilíbrio entre o corpo, a mente e as emoções dos pacientes. Uma das vantagens é que ela não se utiliza de medicamentos pesados, o que contribui bastante para a otimizar a vida do mais velhos.

As cores utilizadas são azul, vermelho, amarelo, laranja, índigo, verde, violeta ou lilás, e, em alguns casos, rosa. Na cromoterapia, cada cor possui um efeito, seja este curativo ou calmante, mas é importante que o tratamento seja realizado ou mediado por um profissional especializado, para garantir a sua eficácia.

Além disso, se o vovô ou a vovó já têm afinidade ou fazem uso de outros métodos alternativos, a cromoterapia também pode ser muito útil. Isso porque este tratamento é, muitas vezes, realizado de forma conjunta com práticas como Feng Shui, os cristais e a astrologia.

Quer saber mais sobre os benefícios da cromoterapia? Fizemos uma listagem explicando as diversas vantagens que esse tratamento oferece para a terceira idade, além de esclarecer como que cada cor funciona e auxilia na cura de algumas doenças. Acompanhe abaixo:

Benefícios da cromoterapia para a terceira idade

São diversas as vantagens da cromoterapia para idosos, pois este tratamento auxilia na cura de doenças comuns na terceira idade, como as doenças cardiovasculares e as dores crônicas.

Desse modo, assim como algumas sessões de psicologia e outras áreas que ajudam idosos a explorarem mais o seu interior e a si mesmo, a cromoterapia consegue contribuir positivamente, ao longo das sessões, com a construção de uma pessoa mais dinâmica e ativa.

Assim, ao escolher a cromoterapia com uma forma medicinal de cuidado, o mais velho garante uma assistência física e mental, na qual os resultados possivelmente são:

  • A melhoria do sistema nervoso e circulatório, os quais, em pessoas maiores de 65 anos e sedentárias, costumam apresentar desequilíbrio;
  • A regularização da pressão arterial;
  • A contribuição para a regeneração celular, o que é ótimo caminho para a redução de infecções e inflamações no corpo do idoso;
  • O combate de dores de cabeças e enxaquecas;
  • A diminuição de cansaço físico, insônias e outros transtornos do sono que podem acometer bastante os seniores;
  • A promoção do bem-estar físico e mental, melhorando o humor e o dia a dia dos idosos.

O funcionamento das cores no processo terapêutico da cromoterapia

Todos os benefícios listados acima só são possíveis e realizados por meio da manipulação adequada das 7 cores. Os tratamentos, normalmente, são feitos em salas especializadas, totalmente escuras.

Desse modo, o profissional de cromoterapia através de slides, bastões, lâmpadas e outras ferramentas conseguem administrar, com bastante cuidado e concentração, as cores que o paciente mais velho precisa.

Conheça agora o que cada cor significa e como elas agem no corpo e na mente dos pacientes:

Amarelo

O amarelo é a cor responsável pelo dinamismo das pessoas, além de ajudar bastante com a capacidade de expressão dos indivíduos. Esta cor é conhecida como a cor da inteligência, do estudo e da criatividade, por isso também age positivamente no raciocínio do idoso.

Azul

Para os mais velhos que possuem insônia e muito estresse, esta é a cor mais recomendada na cromoterapia. O azul tem efeitos tranquilizantes, pois deixa a mente do paciente mais serena e calma.

Além de agir de forma relaxante no sistema nervoso e muscular é, ainda, recomendado para auxiliar em problemas de comunicação.

Índigo

Esta cor também age no sistema nervoso do idoso, além de auxiliar na circulação e coagulação do sangue. O índigo é conhecido como a cor da intuição e compreensão. Por esse motivo também age, igualmente ao azul, de forma tranquilizante, podendo diminuir os sintomas de ansiedade.

Laranja

Cores vivas como o laranja são bastantes usadas em métodos antidepressivos. O laranja, ainda, ajuda a rejuvenescer e a melhorar o metabolismo e o sistema digestivo dos seniores. É usado também, na cromoterapia, como um recurso para elevar a pressão sanguínea.

Rosa

O rosa proporciona uma série de sentimentos positivos em seus pacientes, entre eles, o amor, o afeto e a união. Por isso, é usado para trazer o equilíbrio aos relacionamentos pessoais e profissionais dos mais velhos.

Verde

Entre todas as cores utilizadas para tratamento, a verde é a única a qual os profissionais não contraindicam na cromoterapia, por ser um mecanismo muito benéfico.

Esta cor atua como calmante e ajuda a trazer equilíbrio a terceira idade. Ela também consegue amenizar problemas cardíacos, dores de cabeças, insônias e muitos outros sintomas.

Vermelho

O vermelho é uma cor bem intensa e forte, por esta razão, o seu uso deve ser moderado e cauteloso. Isso porque em grande quantidade, ele pode causar nervosismo e ativar sintomas da ansiedade no idoso.

Contudo, quando bem administrado, o vermelho consegue ajudar a acionar a sexualidade nos mais velhos. Além de ativar a circulação sanguínea e estimular o sistema nervoso.

Violeta

A cor violeta, ou lilás, ajuda bastante a promover a concentração e a aumentar a autoestima dos vovôs e das vovós. Esta cor é conhecida como a cor da estabilidade e da paz mental. Desse modo, o violeta contribui para acalmar os nervos e os músculos nos corpos dos mais velhos.

Além disso, age na eliminação de inflamações e infecções que foram proporcionadas por qualquer tipo de doença, tornando-se, assim, um dos processos mais benéficos na resolução desses sintomas para a terceira idade.

 

E aí, gostou de conhecer um pouco mais sobre a cromoterapia? Sim? Então deixe um comentário sobre o que achou dessa medicina alternativa! Se já faz uso da cromoterapia, conta para a gente como ela tem lhe ajudado! 

Deixe uma resposta