Longevidade, casal maduro passeando no lago com caiaque

Longevidade: conheça histórias de vovós que não se renderam à idade

Publicado por

Com uma população idosa cada vez mais ativa, pensar na figura do mais velho sentado em uma poltrona lendo jornal ou tricotando virou praticamente lenda. Conheça a história de vovós que curtem a longevidade em grande estilo.

Os avanços nas áreas da medicina e tecnologia permitiram que as pessoas pudessem viver por mais tempo e com mais qualidade de vida. Dessa forma, muitas pessoas com idade acima de 60 anos puderam vivenciar experiências que não puderam ser desfrutadas durante a juventude.

Além dos progressos conquistados nas áreas acima, o aumento do poder de compra do consumidor também influenciou diretamente no aumento da expectativa de vida humana. Isso porque as pessoas passaram a se alimentar melhor, passaram a ter condições de custear medicamentos e tiveram acesso à informação.

E assim, surgiu o fenômeno mundial que hoje conhecemos como envelhecimento populacional. E com esse fenômeno, várias vovós e vovôs que não se renderam à idade cronológica, pois se mantêm jovens mentalmente. Veja a seguir o exemplo de algumas idosas que não se renderam ao tempo e curtem a longevidade em grande estilo:

Kane Tanaka, a japonesa de 116 anos que foi declarada pessoa mais velha do mundo

Longevidade, Kane Tanaka a mulher mais velha do mundo
Kane Tanaka, a mulher mais velha do mundo.

A japonesa foi confirmada como a pessoa mais velha do mundo pelo Guinness World Records no dia 09 de março. Quando ela nasceu (2 de janeiro de 1903), Santos Dumont ainda nem tinha voado no 14-Bis.

Kane casou em 1922 com Hideo Tanaka, teve quatro filhos biológicos e um adotado.  Para alcançar uma longevidade saudável, ela acorda diariamente às seis da manhã e à tarde estuda matemática e pratica caligrafia.

Segundo a organização do Guinness, “um de seus passatempos favoritos é o Reversi (Othello). Ela se tornou uma especialista nesse jogo de tabuleiro e costuma ganhar do pessoal da casa”.

A “casa” refere-se ao lar para idosos onde Kane Tanaka vive, em Fukuoka, no oeste do Japão. Foi lá que foi feita a sua proclamação oficial como a pessoa mais velha do mundo. A cerimônia contou com a presença do prefeito da cidade, Soichiro Takashima.

Questionada sobre qual foi o momento mais feliz de sua vida, Tanaka disse: “Agora”, arrancando suspiros da plateia.

Clique aqui para acessar a matéria completa.

Longevidade: conheça Irene O’Shea, a paraquedista mais velha do planeta

Longevidade, Irene O’Shea a paraquedista mais velha do mundo
Irene O’Shea, a paraquedista mais velha do mundo.

Outra que desafiou a idade avançada e entrou para o livro dos recordes foi Irene O’Shea, aos 102 anos. Bisavó, a australiana saltou de paraquedas pela primeira vez em 2016, quando completou 100 anos. Entretanto, O’Shea só foi declarada a paraquedista mais velha do planeta em 2018. Na ocasião, ela usou uma máscara de oxigênio antes de saltar de paraquedas.

Depois do salto, com 4.300 metros de altura no sul da Austrália, Irene O’Shea declarou que se sentia “normal”. “O céu estava aberto e foi um bom dia, apesar de ter passado muito frio”.

Irene O’Shea participou no salto para ajudar uma campanha de arrecadação de fundos para uma organização beneficente. A instituição pesquisa a cura de uma doença neuromotora, que provocou a morte de sua filha.

Assista ao vídeo de Irene O’Shea saltando de paraquedas:

Clique aqui para acessar a matéria completa.

Concha García Zaera, a mulher de 88 anos que conquistou a Disney com seus desenhos no Paint

Longevidade, Concha García Zaera, a mulher de 88 anos que cria desenhos no paint
Concha García Zaera e seus desenhos criados no Paint.

Um software de criação/edição de imagens relativamente simples, mas que encontrou uma usuária extremamente habilidosa. Assim, essa é a história de mais uma mulher que resolveu não se curvar aos estereótipos sobre a velhice e que aos 88 anos de idade faz desenhos incríveis no Paint.

Com mais de 159 mil seguidores no Instagram, a espanhola utiliza o Paint para desenhar paisagens naturais e urbanas, além de animais. Devido à perfeição de suas obras, Concha García Zaera, que vive em Valência, na Espanha, conquistou até mesmo a Disney, que a encarregou de divulgar nas redes sociais sua visão da nova Mary Poppins.

A obra de arte foi publicada no Instagram de Concha em dezembro, antes da estreia do filme. Segundo a Disney Espanha, a ilustração que a idosa de 88 anos fez do cartaz do filme “O Retorno de Mary Poppins”, ficou “uma obra de arte praticamente perfeita em tudo”.

“É uma personagem que sempre me encantou”, disse a artista digital à Agência Efe. Segundo ela, a proposta da Disney foi um verdadeiro “desafio” porque nunca tinha desenhado rostos.

Nascida em 1930, Concha (@conchagzaera no Instagram) declarou que seus desenhos são criados a partir de modelos (cópias). E segundo a artista, a inspiração pode vir de qualquer lugar, de uma bolsa, de um quadro em uma vitrine, de um cartão postal ou uma revista. Ela reconhece que vai “caçando” e “roubando” imagens porque, quando vê algo que gosta, tira uma foto e depois a imprime para depois copiá-la no computador.

Longevidade: aceitar mudanças é essencial

Segundo Concha, ela sempre teve o hábito de desenhar, porém, usava lapiseiras e blocos de papel.  Entretanto, somente quando ela passou a frequentar a universidade há mais de uma década foi que a mudança começou. Isso porque ela começou a se interessar a pintar a óleo. No entanto, interrompeu a atividade quando o marido ficou doente.

E assim, a idosa passou a ficar em casa entediada, até que os filhos resolveram comprar um computador para ela. Inicialmente, a inclusão digital de Concha seria para organizar as contas de casa, estudar e escrever suas memórias. Até que um dia a idosa abriu o Paint para desenhar uma casinha e algumas nuvens e não parou mais.

A espanhola também contou com o benefício da boa relação intergeracional que mantém com as netas. Assim, sua longevidade saudável e ativa é apoiada por elas. Inclusive, foi por insistência das netas que a idosa criou o atual perfil no Instagram para compartilhar seus desenhos. Segundo Concha, a conta é administrada por ela mesma, possui mais de 159 mil seguidores e ela se esforça para tentar responder a todos.

Clique aqui para acessar a matéria completa.

E você, vai ficar aí colocando culpa na idade? Então faça como essas vovós corajosas, que desafiaram os limites impostos pelo envelhecimento natural para curtirem uma longevidade ativa e saudável!

Acesse nossa plataforma e veja quanta coisa legal você pode fazer depois dos 50 anos, se manter ativo e feliz é a melhor forma de envelhecer 🙂

www.inonni.com.br

4 comentários

Deixe uma resposta