novembro azul

O que é o Novembro Azul e qual é a sua importância?

Publicado por

No mês de novembro acontece a campanha nacional de conscientização da prevenção do câncer de próstata: o Novembro Azul. Nesse mês, muitas instituições privadas e públicas utilizam da cor azul como símbolo para apoiar a campanha. 

Porém, como surgiu essa campanha e por que é tão importante a prevenção do câncer de próstata? Se você tem essas mesmas dúvidas, continue a leitura que vamos esclarecer todas elas.

Quando nasceu o Novembro Azul?

Em 1999, alguns amigos que estavam em um bar na Austrália decidiram deixar seus bigodes crescerem durante todo o mês de novembro com o objetivo de apoiar a conscientização da saúde masculina. Assim, quem conseguisse isso, doaria uma quantia em dinheiro para instituições de caridade. Dessa forma nasceu o Movember (Mustache + November).

Essa campanha continuou nos outros anos até chegar em 2004, quando foi criado o Movember Foundation Charity. Aliás, o mês de novembro foi escolhido porque no dia 17 é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

Assim, a partir de 2004, mais pessoas começaram a deixar seus bigodes crescerem para conscientizar que os homens precisam cuidar da sua saúde e fazer exames preventivos. 

No Brasil, em 2008, incentivados pelo movimento Movember, o Instituto Lado a Lado pela Vida e a Sociedade Brasileira de Urologia se uniram para criar a campanha Novembro Azul. O mês foi escolhido pelo mesmo motivo de que dia 17 de novembro é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata e a cor azul foi escolhida como a cor oficial da campanha, assim como acontece no Outubro Rosa.

Por que é importante prevenir o câncer de próstata?

O Novembro Azul procura incentivar que os homens façam o exame de prevenção ao câncer de próstata. Pois esse tipo de câncer só começa a demonstrar sintomas quando já está num grau avançado, o que dificulta o processo de tratamento.

Assim, ao fazer o exame de toque e o de sangue, é possível descobrir a doença quando ainda está no início, o que aumenta as chances de cura. Aliás, a fim de esclarecimento, a próstata é uma glândula localizada no órgão reprodutor masculino que tem a função de produzir esperma. 

Quando o médico realiza o exame de toque, que dura 10 segundos, ele consegue apalpar ela e verificar se ela sofreu alguma mudança. Por isso esse exame é tão eficiente. Ainda há o exame de sangue, mas às vezes, não é detectado o câncer por meio dele.

Então, homens com mais de 50 anos precisam inserir o exame de próstata em sua rotina anual de exames. Porém, quem já tem um histórico de câncer de próstata na família, precisa começar fazer o exame com 45 anos. 

Essas idades foram determinadas porque, a maioria dos casos de câncer de próstata ocorre em homens com mais de 50 anos. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de próstata só perde para o de pele não-melanoma, considerando apenas os homens. Em 2018, a estimativa foi de cerca de 68 mil novos casos. 

Como dito anteriormente, o câncer de próstata só começa a demonstrar sintomas quando já está em estado avançado. Os sintomas que aparecem são: dificuldade de urinar, aumento da frequência urinária, insuficiência renal, vontades urgentes de urinar e dores fortes. 

O que podemos fazer para auxiliar na campanha?

A primeira coisa a se fazer é compartilhar conhecimento. Compartilhe posts em suas redes sociais sobre a importância da prevenção do câncer de próstata, vídeos explicativos sobre como fazer o exame e sobre outros assuntos relacionados.

Depois, se tiver homens em sua família ou entre os amigos, que já estão na idade de fazer o exame preventivo, converse com eles, pergunte se já fizeram o exame.

É muito comum que os homens, por questões sociais se sintam vergonha de fazer o exame de toque. Então, é preciso que eles entendam que isso não é motivo para ficar envergonhados, é um exame preventivo que evita uma doença muito mais grave.

Aproveite a campanha do Novembro Azul e incentive seus amigos com mais de 50 anos para dar mais valor à sua saúde e fazer o exame preventivo.

Aliás, acesse o Portal da Urologia para obter mais informações sobre o Novembro Azul.

Deixe uma resposta