saúde dos pés

Você sabe como pode fornecer uma vida longeva aos seus pés?

Publicado por

Nossos pés nos acompanham desde o nascimento e são eles que nos levam para todos os lugares. Porém, normalmente esquecemos de cuidar deles como deveríamos. A saúde dos nossos pés influencia no nosso bem-estar e nas articulações mais próximas deles.

Por conta dessa falta de cuidado que temos com nossos pés, chegamos na maturidade com dores, calos e rachaduras, por exemplo. Essas são consequências de uma vida inteira tirando o máximo do que nossos pés podem dar, sem prestar tanta atenção às necessidades deles.

Principais características dos pés com 50+

É comum sentirmos dores nos pés na maturidade, porém essa dor precisa ser analisada. Muitas vezes ela decorre do tipo de trabalho que realizamos, como quando ficamos muito tempo de pé ou caminhando. Mas, um esforço excessivo sobre a planta do pé pode resultar em uma fascite plantar. 

A fascite plantar é uma dor que ocorre no calcanhar e é causada por uma inflamação no tecido chamado fáscia plantar. Assim, sempre que pressionamos o calcanhar, uma forte dor é sentida. A fascite se dá pelo esforço excessivo do calcanhar e seu tratamento exige fisioterapia ou retirada do líquido inflamado por meio de seringa. 

As rachaduras e calos que vemos nos pés de pessoas maduras se deve ao esforço do pé em manter o peso do corpo durante muitas horas por dia, ao atrito dos pés com o sapato ou ao ressecamento da pele. Aliás, quanto mais envelhecemos, mais nossa pele tende a ficar ressecada, por isso é importante hidratar a região dos pés.

Outros problemas que são comuns em pés de pessoas com mais de 50 anos são os fungos nas unhas, as frieiras e unhas encravadas por não terem sido cortadas direito. 

Como é a pisada do seu pé?

Com o tempo, nossa pisada pode se modificar. A pisada correta do pé é aquela que o calcanhar gira levemente para fora, mas depois gira para dentro. Assim, quando pisamos na areia de pé descalço, a parte interna do pé não toca no chão. 

Porém, é comum que pessoas idosas tenham o pé pronador, que também é conhecido como “pé chato”. Nesse caso, toda a base do pé deixa a marca na areia. Além disso, é comum ter o pé supinador, em que a marca deixada na areia não mostra uma grande área da parte interna e até um pouco da parte externa do pé.

Nesses últimos dois casos, as articulações acima dos pés podem sofrer com dores, como os joelhos e tornozelos. Por isso, é importante o uso de calçados e palmilhas que corrijam os desequilíbrios e previnam problemas futuros.

Quais cuidados devemos ter para promover a saúde dos pés?

Visto todas as complicações que a falta de cuidado com a saúde dos nossos pés pode causar, veremos abaixo os principais cuidados que devemos ter.

  • Mantenha os pés limpos e secos – após sair do banho seque bem os pés. Lave e seque entre os dedos para eliminar qualquer sujeira e umidade que ali estiver.
  • Passe hidratante nos pés – não é só o corpo e o rosto que precisam de hidratante. Hidrate seus pés com creme após o banho.
  • Corte as unhas corretamente – o corte correto das unhas evita unha encravada e fungos.
  • Escolha calçados confortáveis – nossos pés precisam estar confortáveis enquanto estão calçados. Por isso, escolha tênis ou sapatos que acomodem bem eles sem que eles fiquem apertados.
  • Fique um pouco descalço – é importante ficar uma parte do dia sem ter nenhum calçado no pé. Assim, ele pode respirar.
  • Utilize palmilhas ortopédicas – as palmilhas ortopédicas ajudam a corrigir a postura e a acomodar os pés nos calçados. Então, faça uso delas.

Aliás, falando mais sobre a palmilha, há vários modelos diferentes no mercado. Em nosso shopping online você encontra a Palmilha 3/4 Siligel. Ela conta com um arco plantar branco que acompanha a anatomia do pé e proporciona descanso e conforto. Ela é projetada para absorção do impacto, fascite plantar e metatarsalgia. 

Acesse nosso shopping online e saiba mais sobre a Palmilha 3/4  Siligel.

Deixe uma resposta